Mulher idosa que não falava ou comia há 3 dias ganha vida ao interagir com cão

TheraPaws, um programa administrado pela The Mayhew Animal Home em Londres, Inglaterra, coloca pessoas doentes, idosas ou à beira da morte em contato com animais. Os voluntários levam seus cães, e às vezes gatinhos, a programas de cuidados paliativos, hospitais e asilos para pessoas com demência.

- Anúncio -

Assim que enxergam os cães, os olhos dessas pessoas brilham. Os animais ajudam a levar esperança a esses pacientes que não têm mais muito a perder. Por exemplo, uma paciente não comia nem falava há três dias. Mas quando colocaram um cachorro na sua cama, ela começou a acariciá-lo e depois começou a falar sobre ele. A partir desse momento, ela voltou a falar com sua família e concordou em tomar seus remédios.

therapaws

Tem algo nos cães de terapia que faz com que essas pessoas se sintam vivas novamente. É claro que esses cães são treinados para isso, mas ao mesmo tempo, até os cães que não são podem causar efeitos assim nas pessoas. Eles levam alegria às pessoas e até mesmo as encorajam a seguir em frente.

- Anúncio -

Asilos e abrigos não são lugares onde a gente normalmente vê as pessoas rindo, mas esses cachorros conseguiram colocar sorrisos nos rostos das pessoas e fazê-las rir novamente pela primeira vez em muito tempo. Cinquenta cães da TheraPaws visitam 43 casas de cuidados em toda Londres, mas devido ao programa ter sido tão bem-sucedido, eles estão planejando expandi-lo.

therapaws

Numerosos estudos mostraram que os animais de estimação podem diminuir os sintomas da depressão e ajudar os pais de estimação a manter uma perspectiva positiva e otimista. Os cachorros fazem muito bom para nossa saúde. Não só porque eles nos fazem ser mais ativos, mas também porque eles ajudam a reduzir nosso estresse, diminuir nossa pressão arterial e promover a produção de endorfina, o que faz com que a gente se sinta mais feliz!

- Anúncio -