Homem com Alzheimer se recupera cada vez mais quando interage com o cão de sua filha

O pai desta mulher tem Alzheimer e infelizmente perdeu quase toda a fala. Mas quando ela traz seu cachorro para vê-lo, ele age como uma pessoa completamente diferente. O cão traz o melhor dele e ajuda-o a falar novamente. É realmente surpreendente assistir isto.

- Anúncio -

“Oh sim, Ei! Você tem alguma coisa. Você tem alguma coisa, hein? ” o homem diz para o cão que tem um osso na boca. “Sim, que pena. Isso é tudo o que tenho. Por que não eu cuido de você e você cuida de mim?”

O cão está abanando o rabo muito rápido enquanto o homem acaricia ele. Ele, então, deita no chão para um carinho na barriga. O cão ama o homem tanto quanto o homem ama o cachorro! É óbvio que estes dois partilham uma ligação muito especial.

- Anúncio -

Muitos estudos têm mostrado que animais de estimação oferecem muitos benefícios de saúde como reduzir a pressão arterial e frequência cardíaca, reduzir o stress e aumentar os níveis de serotonina – um hormônio que nos faz sentir bem. Passar um tempo com um animal de estimação também pode ajudar com ansiedade e depressão, é por isso que muitos cães de terapia visitam hospitais e centros de tratamento de pacientes.

Segundo a Assistente Social Kathleen Allen, a presença de um cão pode ajudar a reduzir os efeitos da demência — ansiedade, agitação, irritabilidade, depressão e solidão. Por sua amizade e comportamento gentil, os cães podem ajudar um paciente com demência a ser mais interativo, quando às vezes não conseguem se comunicar em contextos sociais com outros adultos.

- Anúncio -