Golden Retriever, cheio de peculiaridades, está conquistando o coração de todos por ser um bobão.

Ele leva sua almofada predileta para fora - até quando faz xixi.

O Golden Retriever, Stanley, é um pouco diferente dos outros cães. Sua família o adotou há 5 anos, na Flórida, e percebeu muito rapidamente que Stanley era querido e legal com outros cães, gatos e crianças, porém, teimoso e desatento de maneira única. Eles perceberam que havia algo de estranho na primeira vez que o encontraram em cima da mesa da sala de jantar de seu lar temporário.

- Anúncio -

golden-retriever-cheio-de-peculiaridades-01

Conforme o tempo passava e a família tentava adestrar Stanely, eles rapidamente perceberam que seria impossível. Ele nunca obedecia quando chamavam seu nome e, após anos de treinamento, o único comando que ele conseguiu aprender foi “senta”. Os donos de Stanley chegaram a ir ao veterinário para testar sua audição, mas tudo estava normal. Ele simplesmente não dava a mínima.

golden-retriever-cheio-de-peculiaridades-02

Começaram a perceber, então, que Stanley havia cultivado comportamentos que eram diferentes da maioria dos cães. Por exemplo, todas as noites, após a janta, ele agarra a mesma almofada da mesma cama e a carrega por todos os lugares, até para fora – enquanto faz xixi.

golden-retriever-cheio-de-peculiaridades-03

Ele também pega os mesmos três itens, sempre na mesma hora, e os leva para debaixo da mesma cama, todo santo dia. Se ele não consegue encontrar um dos itens – um controle remoto, um ursinho de pelúcia (que fofo!) e um chinelo – ele anda pra frente e pra trás, visivelmente estressado. Seus donos passaram a deixar-lhe os itens prontamente disponíveis.

- Anúncio -

golden-retriever-cheio-de-peculiaridades-04

Eventualmente, a mãe de Stanley começou a se perguntar se ele tinha problemas mentais, o que pode ocorrer com cães. Ela foi inspirada pelo protagonista do livro Hyperbole and a Half, de Allie Brosh, que se preocupava por achar que seu cão sofria de uma desordem psicológica. A mãe de Stanley procurou no google “testes de QI para cães, em 3 passos”, realizou o teste e constatou que Stanley havia falhado de forma estrondosa.

Passo 1: Veja o que seu cão faz quando você o chama pelo nome.

O resultado de Stanley:

golden-retriever-cheio-de-peculiaridades-05

Passo 2: Cubra seu cão com um cobertor e veja como ele reage. Geralmente, os cães se debatem até o cobertor sair de cima deles.

O resultado de Stanley foi bem diferente:

golden-retriever-cheio-de-peculiaridades-06

- Anúncio -

Passo 3: Mostre um petisco ao cão e, enquanto ele estiver vendo, coloque um copo sobre a comida e veja o que ele faz. Cães geralmente batem no copo com a pata até derrubá-lo e conseguir pegar a comida.

O resultado de Stanley foi…diferente:

golden-retriever-cheio-de-peculiaridades-07

Stanley não passou no teste de QI para cães, porém isso só quer dizer que ele pensa criativamente. Sua história chamou a atenção de muitas pessoas, pelo fato de que todos amamos nossos cães, independentemente de “QI”.

A dona de Stanley escreveu no Imgur:

“Acredito que eu nunca saberei com certeza o porquê de ele ser assim, mas, honestamente, não estou muito preocupada. Ele pode ser meio lento, mas suas peculiaridades bobas, seu bom caráter e personalidade estranha só nos faz amá-lo mais.”

FONTEBarkpost