Foto Descoberta Recentemente Do Cão Mais Leal Do Mundo, Hachiko, Mostra Ele Esperando Pelo Dono

É incrível que após 100 anos que o Hachiko morreu, historiadores ainda estão descobrindo coisas novas sobre o cão mais famoso do Japão. Foi encontrada uma fotografia do cão – onde podemos visualizar sua triste vigília.

- Anúncio -

Essa fotografia rara mostra o Hachiko calmo e só na estação de Shibuya. De acordo com noticiários do Japão, a foto foi tirada por volta de 1934 por Isamu Yamamoto, um funcionário de um banco que viveu no distrito de Sarugakucho, Tóquio. Apenas algumas fotografias existem desse lendário cão conhecido como o cão mais leal do mundo.

new hachiko photo f
The Japan News / Twitter

Hachiko nasceu em uma fazenda em 1923. Ele foi adotado pelo Professor Hidesaburo Ueno, um professor de agricultura da Universidade de Tóquio, um homem muito querido. Todos os dias, Ueno e Hachi andavam até a estação de trem, onde o professor se despedia do Hachiko e entrava no trem.

O cão esperava pacientemente na estação pelo retorno de Ueno. Enquanto esperava, vendedores e trabalhadores cuidavam dele, dando petiscos e cumprimentando o amigável cão.

- Anúncio -

Foi assim por muitos anos, até que um dia, Ueno não retornou do trabalho. Ele sofreu aneurisma cerebral e faleceu. Hachi não sabia, e continuou esperando. Hachi nunca desistiu de acreditar que um dia seu amado dono retornaria. Toda tarde, quando o trem de Ueno estava próximo, Hachi aparecia na estação e esperava por ele.

A fotografia recém-descoberta nos mostra um pouco da vida do cão na estação. Hachi parece relaxado, mas alerta, com a cabeça levantada analisando os pedestres. A foto foi tirada um ano antes dele morrer.

A vigília do Hachi continuou por muitos anos, 10 para ser exato, até a manhã do dia 8 de março de 1935, quando Hachiko foi encontrado morto próximo à estação de Shibuya. Ele morreu de causas naturais.

- Anúncio -

Compartilhe esse achado raro com seus amigos e familiares!