Esta garota da Letônia resgatou mais de 350 gatos sem-teto durante os últimos 2 anos.

A estudante Zanda Indriksone começou a ajudar gatos sem-teto e abandonados há cerca de dois anos. Embora ela não tenha estudado sobre os animais no ensino médio ou na universidade, ela entende muito sobre a saúde e a natureza dos gatos, graças às suas próprias experiências.

- Anúncio -

“Por exemplo, eu estou descendo a rua – quando eu vejo um gato, eu não consigo simplesmente deixá-lo para trás”, diz Zanda, e isso pode acontecer qualquer dia. “A primeira coisa que eu faço com os felinos que encontro é levá-los ao veterinário, que confere como está a saúde e determina a idade deles”, explica Zanda, contando os primeiros passos que realiza ao encontrar animais pequenos. Felizmente, ela não está sozinha neste processo, porque alguns voluntários também começaram a prover lares temporários para os gatos.

O tempo que cada gato fica no lar temporário, depende da condição de cada um. “Se a condição de um gato é boa e ele é saudável, há chances de ele encontrar um lar dentro de uma hora. Isso acontece principalmente no verão. O máximo de tempo que um gato passou num lar temporário foi um mês, mas isso porque ele precisava de tratamento especial”, comenta Zanda.

Atualmente, Zanda também se tornou membro da organização sem fins lucrativos de proteção aos gatos – Cat Care Community, que está construindo casas de madeira para gatos sem-teto em Riga e outras cidades da Letônia.

- Anúncio -

#1

Anterior1 de 12