Depois De Um Ano Em Um Abrigo, Uma Cadelinha Assustada Está Apenas Aprendendo A Acenar Sua Cauda.

Esta cadelinha teve seu coração partido, porém está finalmente se permitindo sentir esperança.

DEPOIS_DE_UM_ANO_EM-01

- Anúncio -

“Se você entrasse no abrigo e me perguntasse qual dos cães mais precisa ir para casa,” diz o voluntário do abrigo Hempstead Town Animal Shelter John Esposito, “eu o levaria até a Brenda.”

Hempstead Town Animal Shelter
Hempstead Town Animal Shelter

O abrigo de Long Island está com lotação máxima, sendo que abriga mais de cem cães  precisando desesperadamente ser adotados. Deles, Brenda é provavelmente a mais triste. Quando as pessoas caminham pelos canis, a maioria dos cães corre late e corre à frente, porém Brenda fica encolhida como uma bolinha em sua cama.

Cynthia Raven / Hempstead Town Animal Shelter
Cynthia Raven / Hempstead Town Animal Shelter

Brenda, que estava abandonada, chegou ao abrigo há mais de um ano atrás, e estava com bastante medo de seus arredores. A ansiedade fez com que ela se tornasse raquítica, muito embora o abrigo esteja trabalhando duro para fazê-la ganhar peso. Um voluntário descreve a cadela como “um carneirinho quieto”, tímida e quieta.

Hempstead Town Animal Shelter
Hempstead Town Animal Shelter

Durante um bom tempo, Brenda ficava muito assustada ao ir muito longe, e apenas recentemente os voluntários conseguiram persuadi-la a andar pelo trajeto onde passam os demais cães. Ela é tão gentil que sequer corre atrás dos patos que há por perto, preferindo apenas assisti-los, perdida em algum lugar de seus próprios pensamentos.

- Anúncio -
Cynthia Raven / Hempstead Town Animal Shelter
Cynthia Raven / Hempstead Town Animal Shelter

A cada passo dado, os voluntários do abrigo enxergaram em Brenda um tipo especial de mágica pairando logo abaixo de sua superfície.

Quando alguém se aproxima para levar Brenda embora, ela olha de uma forma como se estivesse sugerindo que não tem certeza se merece ser amada: “É como se ela dissesse, `Eu, mesmo? Você vai mesmo me escolher?´” explica um voluntário.

Cynthia Raven / Hempstead Town Animal Shelter
Cynthia Raven / Hempstead Town Animal Shelter

Durante os últimos meses, os voluntários puderam ver Brenda aflorar dia após dia. Quando ela vê seus amigos, seu rabo começa a balançar timidamente. É um pequeno aceno, mas um aceno, de fato. Em seu caminho, em meio à natureza, os cantos de sua pequenina boca se movem lentamente em direção a um sorriso incerto. Sua aura é descrita pelos voluntários como “energia que tranquiliza e acalma.”

Cynthia Raven / Hempstead Town Animal Shelter
Cynthia Raven / Hempstead Town Animal Shelter

Houve um dia que jamais será esquecido pelos voluntários. Eles decidiram levar Brenda para uma sala privada, dentro do abrigo, cheia de bolinhas de tênis e brinquedos. Brenda mal podia acreditar no que estava vendo, e uma chama se acendeu por trás de seus olhos pensativos e curiosos. Ela brincou e brincou até a hora de voltar para sua gaiola. “Ela estava realmente feliz nesse dia,” disse um voluntário.

- Anúncio -
Hempstead Town Animal Shelter
Hempstead Town Animal Shelter

Naquele momento vívido todos puderam ter um vislumbre de quem Brenda poderia ser se alguém a desse uma chance. Algum dia, se Brenda encontrar sua própria família, ela aprenderá a balançar sua cauda contra o desamparo. Talvez ela sempre tenha aquele olhar tímido em seus olhos – aquele que indaga “Quem, eu?”. Mas há alguém lá fora esperando por ela. Alguém que dirá “Sim, você. Eu escolhi você!”, sempre que estiver ela com medo.

“Brenda poderia dar muita alegria a alguém,” acrescenta um voluntário, “Ela é o tipo de cão que simplesmente senta do seu lado e fica.”

Cynthia Raven / Hempstead Town Animal Shelter
Cynthia Raven / Hempstead Town Animal Shelter
Hempstead Town Animal Shelter
Hempstead Town Animal Shelter

FONTEBarkpost