Cão leal que foi encontrado protegendo o dono morto ia ser sacrificado — Até uma certa pessoa entrar em cena.

William ainda não superou as coisas pelas quais passou.

- Anúncio -

Apenas um dia depois de ser resgatado de um abrigo de Los Angeles, ele continua latindo e rosnando para cada mão que se aproxima muito.

ANCHORS UP RESCUE GROUP

Porém, dá para culpá-lo?

Ele foi encontrado protegendo o dono que havia falecido. William pode ter passado uma semana realizando a vigília desoladora.

Quando ele finalmente foi encontrado e levado para o abrigo, as coisas ficaram ainda mais sombrias. A equipe do local o considerou agressivo, e o colocou na lista de eutanásia.

Cherie Durando sabia muito bem que isso iria acontecer.

Se eu fosse um cão, eu iria direto para o corredor da morte, pelos padrões deles”, disse ela. “Se eu fosse sem-teto, estivesse faminta, com frio e assustada e você me encontrasse, tentasse capturar com uma haste, depois me jogasse dentro de uma caixa e me levasse para um lugar estranho, dentro de uma gaiola, com estranhos me cutucando e provocando,  cães ao meu redor gritando e chorando, como se eu estivesse no filme Shawshank, sem a minha família por perto, eu também ficaria assustada e agressiva”. 

- Anúncio -

E iria direto para o corredor da morte”

Como fundadora da Anchors Up Rescue Group, Durante sabe exatamente de onde William vem. Então, ao ouvir falar da situação do pequeno canino, ela interveio e o acolheu sob seus cuidados.

Não se engane. William ainda uiva feito louco. Porém, veja os olhos dele mais de perto, e você verá algo além da raiva – um tipo de dor sem fim.

ANCHORS UP RESCUE GROUP

Mas há um fim para a dor. E William já dá sinais de que vai superá-la.

Exemplo disso é quando ele avança para a lamber a água que lhe é oferecida em uma tigela – mesmo quando ele interrompe o momento para rosnar para o humano que tenta ajudá-lo.

ANCHORS UP RESCUE GROUP

Durand não está muito preocupada. Ela já viu cães como William antes. Ela os vê como o seu chamado. Desde junho do ano passado, o grupo dela resgatou 126 cães – dependendo inteiramente de doações.

- Anúncio -

Eu não cuido de cães fofinhos e adotáveis de 6 meses de idade“, diz ela. “Eu cuido dos cães velhos, com problemas mentais e emocionais. Geralmente, eles sentem algum tipo de dor e têm alguns tipos de dificuldades”.

ANCHORS UP RESCUE GROUP

Além disso, William pode não saber, mas seu final feliz já está a caminho.

Ele será adotado por uma senhora que teve um cão de 17 anos de idade, agia igual a ele e acabou de falecer”, diz Durand. “Ela disse que ele era do mesmo jeito e que quer cuidar da saúde dele e ajudá-lo a desestressar”. 

ANCHORS UP RESCUE GROUP

Isso significa que William poderá esbravejar o quanto quiser até o fim da sua vida – porque um novo começo o aguarda.

ANCHORS UP RESCUE GROUP

FONTEIHeartDogs