Cão Baleado, Uma Semana Após Ter Sido Adotado, Perde Uma Perna, Mas Ganha Uma Segunda Chance

"King merece uma segunda chance pois ele nunca teve uma primeira chance justa."

CÃO_BALEADO_UMA_SEMANA_APÓS-01

- Anúncio -

Steffen Baldwin, presidente da instituição força-tarefa sem fins lucrativos Animal Cruelty Task Force of Ohio, ainda está tentando juntar os detalhes do que exatamente aconteceu com King entre o dia em que foi adotado, e o dia em que voltou ao abrigo com sua tíbia fraturada, devido a um ferimento provocado por um tiro.

Ele também está tentando achar formas de prevenção para que fatos como o mencionado não ocorram novamente.

“Nosso foco como grupo é em King,” diz Steffen.

Steffen Baldwin
Steffen Baldwin

O papel de admissão do abrigo indica que King foi baleado por um policial. Como isto aconteceu exatamente ainda é um mistério a ser solucionado.

Steffen ouviu de várias fontes que King havia sido amarrado, no lado de fora, pelo namorado de sua nova dona, o qual teria, então, pego no sono. Foi na noite de 3 de Julho que King supostamente escapou, provavelmente assustado por fogos de artifício.

- Anúncio -

De alguma forma, ele acabou em uma parte do Município de Franklin, em Ohio, local em que a polícia havia sido chamada devido a tiros.

O que aparentemente aconteceu em seguida é que King encontrou um policial, o qual atirou em sua perna traseira. Com o tiro, sua perna quebrou, mas mesmo assim King conseguiu fugir e foi encontrado encolhido embaixo de uma varanda. O controle de animais recolheu King na manhã do dia 4 de Julho, oito dias após sua adoção.

Steffen Baldwin
Steffen Baldwin

Uma das muitas funções de Steffen é dar workshops a respeito de como a aplicação da lei pode ajudar nos chamados “encontros caninos”, de forma que os cães não acabem machucados ou mortos.

“King é um perfeito exemplo da razão pela qual este treinamento é tão importante,” ele diz.

Ele também gostaria que a história de King mostrasse o motivo pelo qual não é uma boa ideia amarrar cães do lado de fora – especialmente no dias próximos ao 4 de Julho, quando a proliferação de fogos faz com que muitos cães acabem fugindo.

- Anúncio -

Mas acima de tudo, Steffen espera que King possa recomeçar do zero.

King irá para um lar adotivo em breve. Uma enfermeira se ofereceu para adotá-lo, o que é ótimo, já que precisará de muitas trocas de curativo em adição a muito amor, carinho e cuidado. Ele também terá muito tempo para melhorar comportamental e emocionalmente.

E depois disto, quando ele estiver suficientemente bem, King estará pronto para ir para o lar de sua própria família. E por causa de todos os mistérios envolvendo os fatos ocorridos, o cão certamente merece o melhor.

“Todo cão merece uma vida boa. Mas King, em particular, merece a oportunidade de se curar mental e fisicamente de seu trauma, e ser colocado em um lar onde terá amor para o resto de sua vida,” diz Steffen. “King merece uma segunda chance já que ele nunca teve uma primeira chance justa.”

FONTEBarkpost