Cadela idosa resgatada tinha apenas 24 horas de vida e, mesmo assim, foi adotada por uma mulher para experimentar o amor.

A vida de toda criatura chega ao fim em algum ponto, e apesar de alguns poderem desfrutar da existência por mais tempo que outros, a cadela desta história teve uma surpresa única durante a sua hora final. Por mais que a Chihuahua estivesse muito velha e doente, teve uma pessoa que deixou isso de lado e a ajudou.

- Anúncio -

Heather Hayes não é nenhuma estranha aos cães doentes e idosos, porque trabalha regularmente com animais aflitos, ocupando o cargo de gerente de marketing da Asheville Humane Society. No entanto, quando a Chihuahua, que normalmente se escondia de todos os transeuntes, olhou para ela quando ela passou pela gaiola, Heather percebeu que aquilo havias sido um sinal.

- Anúncio -

Heather tomou a decisão generosa de levar a cadela consigo para casa, já que ela muito dificilmente seria adotada e estava chegando ao fim de sua vida. Ela queria que o animal fosse capaz de experimentar como seria ter um lar, mesmo que fosse apenas por 24 horas.

Quando Heather a levou para casa, ela esperava que a cadela fosse viver apenas mais aquela noite, mas a experiência pareceu dar a pobrezinha um novo fôlego de vida e ela permaneceu viva no dia seguinte.

- Anúncio -

Já que a velha garota havia decidido ficar mais um pouco, eles precisavam dar um nome a ela. No abrigo, ela era chamada de Jersey Girl, e, apesar de Heather e o marido terem considerado Josie ou Jazzy, eles logo optaram por Jay-Z como o nome de sua nova amiga.

Jay-Z está curtindo a nova vida com seus irmãos e é a prova viva de que o amor que temos por nossos cães também pode curar. Certifique-se de compartilhar essa história incrível com seus amigos e familiares no Facebook.