Pit bull “agressivo” prova algo importante quando uma resgatadora coloca a mão em sua gaiola

Quando os resgatadores finalmente encontraram o pit bull de dois anos, Cruz, ele estava vivendo nas ruas. Doente, sujo e infestado de carrapatos, ele estava aterrorizado e resistiu aos esforços dos resgatadores tão vigorosamente que eles tiveram de usar um enforcador para capturá-lo.

- Anúncio -

Ainda pior, eles o julgaram como agressivo, o que significava que ele provavelmente nunca encontraria um lar novo e amoroso. Ele estava condenado – mas uma das colaboradoras do abrigo, uma mulher chamada Maria Sanchez, não quis acreditar nisso.

Porém, o que ela estava disposta a fazer para provar que estava certa, fez algumas pessoas acharem que ela estava louca.

Depois que este pit bull de dois anos, chamado Cruz, foi resgatado, as pessoas que o encontraram o consideraram “agressivo”. Porém, uma colaboradora de um abrigo, chamada Maria Sanchez, não aceitou que uma criatura tão linda pudesse ter um coração ruim.

- Anúncio -

Maria tentou persuadi-lo a sair de seu cantinho. Lenta e cuidadosamente, ele começou a responder. O balançar de seu rabo era um sinal de que, talvez, os instintos de Maria estivessem certos sobre ele – Mas ela ainda precisava tomar cuidado. Um movimento em falso, e…

- Anúncio -
Anterior1 de 3

Deixe uma resposta