Husky cego aprende a improvisar quando não consegue encontrar sua cama

- Anúncio -

Quando Remy foi adotado por sua família, ele tinha dois olhos azuis lindos e brilhantes. Dois anos atrás, ele perdeu a visão em um deles, e então, muito rapidamente, no outro olho também. Ele pode ter ficado cego, mas também se tornou muito criativo. Ele nem sempre é bem sucedido em localizar sua cama, mas ainda dorme confortavelmente onde quer que haja espaço.

Como era de se imaginar, não foi muito fácil para ele se acostumar com a vida de cego. Especialmente porque antes ele sabia o lugar das coisas, e agora não tinha conseguia ver quando as coisas eram mudadas de lugar. Imaginamos que não tenha sido fácil para ele se acostumar. No entanto, Remy teve a ajuda da família para passar por tudo isso, e a situação também contribuiu para se tornasse um cachorro muito inteligente.

“Ele estava bastante aterrorizado e esbarrava nas coisas ou se afastava e ficava tremendo”, disse Christopher Stobie, o pai de Remy, ao The Dodo. “Foi super triste, mas nós trabalhamos bastante com ele e, agora, ele está quase confiante demais. Ele simplesmente começa a correr em uma certa direção e presume que vamos pará-lo se antes de bater em alguma coisa”.

- Anúncio -

Agora, há momentos em que parece que nada disso aconteceu! Ele consegue fazer a maioria das coisas sozinho e tem muita confiança. E até parece ter aprendido uma nova habilidade ao longo do caminho! Às vezes, as coisas realmente não acontecem de acordo com o que Remy planeja. Mas tudo bem, afinal de contas, ele aprendeu a fazer parecer que tudo aconteceu exatamente como ele planejava.

Às vezes, Remy pode ter problemas para localizar a cama, mas ainda assim ele não deixa isso afetá-lo. Ele encontra lugares que considera “apropriados” e tira suas sonecas.
Inclusive, houve uma vez em que ele decidiu que a mala da mamãe e do papai seria um bom lugar para dormir e aninhou-se lá mesmo.

“Ele ama dormir em cima das coisas”, disse Stobie. “Seja sobre bichos de pelúcia ou um travesseiro ou uma mala, ele sempre sobe no objeto, dá algumas pisadinhas e então finalmente se deita. Ele dificilmente é simples. Ele adora olhar para as janelas, o que achamos muito engraçado, e muitas vezes ele fica em um canto, apenas observando”.

- Anúncio -

Então, mesmo que Remy tenha tido de enfrentar algumas adversidades, ele ainda está se saindo muito bem. Ele é esperto, inteligente e um pouco bobo.

Deixe uma resposta