Cara enxerga carreta carregada com 1000 cães prestes a serem esquartejados e comidos e arrisca a vida para impedi-la

Cerca de 1000 cães abarrotados em gaiolas foram colocados em um caminhão que ia para um abatedouro em Guangzhou, China. Felizmente, moradores locais corajosos e ativistas dos direitos dos animais conseguiram dar um fim a esse terror, mostrando ao mundo o quanto somos capazes de fazer nos opondo juntos contra a crueldade contra animais.

- Anúncio -

Peter Li, especialista em política chinesa da Humane Society International (HSI), disse ao The Dodo que a carga de cães foi “a maior que já vimos”. A jornada do caminhão levou 3 dias, e ele estava tão lotado que os cachorrinhos mal podiam respirar. Estima-se que cerca de 30% deles morreram por causa das horríveis condições de transporte.

“Os cães sofreram muito por causa da superlotação,” disse Li. “Havia doenças se espalhando entre alguns deles.”

Mas tudo isso acabou quando um morador local parou seu SUV na frente do caminhão e pediu ao motorista para mostrar os certificados sanitários que todo cão vendido para o mercado de carnes precisa ter. O motorista não tinha certificado para todos os 1000 cães, já que a maioria deles havia sido roubada dos donos ou encontrada nas ruas.

- Anúncio -

Repentinamente, 100 carros e 300 pessoas chegaram para ajudar os cães. Eles começaram a alimentá-los e, 10 horas depois, todos os caninos haviam sido libertados. Agora, eles estão a salvo, sendo cuidados pelos veterinários.

Mais informações: Humane Society International (h/t)

Cerca de 1000 cães foram carregados em um caminhão e estavam sendo transportados para um abatedouro

Créditos das Imagens: Peter Li/HSI

- Anúncio -

Felizmente, moradores locais corajosos e ativistas dos direitos dos animais conseguiram por um fim nesse horror

Créditos das Imagens: Peter Li/HSI

Anterior1 de 5

2 Comentários

Deixe uma resposta