Cão de rua segue atletas de alto nível por 700km, almejando uma vida melhor.

Quando só o que você sabe fazer é sobreviver, o menor ato de bondade pode mudar a sua vida. Nessa história, tal gesto veio em forma de um simples pedaço de comida ofertado a um cachorro de rua faminto.

- Anúncio -

Os acontecimentos que se sucederam por causa de um ato de bondade viraram manchete no mundo inteiro e emocionaram os corações de milhões.

Três anos depois, ainda estamos fascinados pela história do Team Peak Performance e do cão chamado Arthur.

Mikael Lindnord liderava sua equipe de atletas de alto nível, durante os desafios extenuantes do Campeonato Mundial de Corrida de Aventura 2014 no Equador. No quarto dia, eles pararam para fazer uma refeição antes de embarcarem em uma caminhada de 20 milhas pela floresta tropical.

Lidnord abriu uma lata de almôndegas suecas. Enquanto comia, ele notou um cão de rua magro e sujo, com um enorme ferimento nas costas. Tomado de pena, ele jogou um pouco de comida para o cão.

O cão – que acabaria sendo chamado de Rei Arthur pelos quatro membros do Team Peak Performance – se recusou a sair de perto deles a partir desse momento. Não importava onde eles fossem ou a tarefa exaustiva que estivessem fazendo, Arthur aguentou.

- Anúncio -

No começo, eles tentaram afugentá-lo, temendo por sua segurança ao longo do terreno áspero. À medida que se aproximavam de um desafio particularmente traiçoeiro – uma corrida de caiaque de 36 milhas pela costa – Lindnord foi realista. Simplesmente não havia como levarem Arthur.

Mas quando a equipe partiu pelas águas escuras e geladas, Arthur mergulhou e nadou ao longo do caiaque. Lindnord puxou-o para dentro, para que ficasse seguro, e finalmente aceitou que o Team Peak Performance tinha um quinto membro permanente. Os espectadores que estavam na plateia foram à loucura e aplaudiram espontaneamente a forma com que Arthur entrou merecidamente para a equipe de seus companheiros.

Por fim, o cão dedicado seguiu a equipe por 700 quilômetros de lama profunda, pelas montanhas e por quase todo tipo de desafio físico que você pode imaginar. A equipe de Lindnord não ganhou o campeonato, mas eles aprenderam uma incrível lição sobre a força de espírito e do poder duradouro do amor.

Como resultado da viagem de seis dias, Arthur sofreu vários ferimentos e exaustão. Uma conta no PayPal foi criada pelo time Team Peak Performance e recebeu inúmeras doações de fãs ao redor do mundo, que ofereceram seu apoio para ajudar a trazê-lo de volta para a Suécia.

- Anúncio -

Adquirir a papelada necessária para levarem Arthur para casa foi quase tão desafiador quanto a competição física, mas eventualmente Lindnord conseguiu. As feridas de Arthur foram tratadas e, depois de quatro meses de quarentena, ele finalmente chegou à sua nova casa.

Lindnord diz que ele entrou pela porta da casa como se tivesse estado lá centenas de vezes antes. Ele e Arthur, desde então, pararam com as corridas corrida para se concentrarem na vida familiar. Mas de vez em quando, os dois ainda desfrutam de uma boa caminhada ou um passeio de caiaque juntos!

FONTEIheartdogs
COMPARTILHAR

1 Comentário

  1. Maravilhoso ele ter ficado com ele e ter levado para longe e cuidado dele, pois se tivesse ficado no mesmo lugar teria morrido. Valeu pelo ato generoso.

Deixe uma resposta