Cadela aterrorizada, que viveu em fazenda de carnes caninas, tem uma grande surpresa

Quando os resgatadores da Sociedade Humanitária Internacional finalmente conseguiram acesso a uma fazenda de carnes caninas em Wonju, na Coréia do Sul, encontraram centenas de cães vivendo em condições deploráveis. Eles eram vítimas de uma indústria que se importa apenas com o lucro e, sem a ajuda de alguém de fora, o destino desesperador deles estaria selado.

- Anúncio -

Mas depois de trabalhar incansavelmente para libertar os animais destinados ao abate, a HSI resgatou 200 cães com sucesso. Tirá-los da fazenda de carnes foi o primeiro passo, mas não o último.

Humane Society of Tampa Bay

Dos 200 cães salvos da Coréia do Sul, 14 deles foram enviados para a Sociedade Humanitária de Tampa Bay. Entre eles, Harriet, que dormia em pé porque não entendia o conceito de cama, e Harry, que se acovardou no canto de seu canil para evitar contato visual a todo custo.

Entre eles também estava Rosa. Quando experimentou a sensação de segurança do abrigo pela primeira vez, seu medo extremo a fez desligar completamente. Ela correu para um canto, como se quisesse entrar na parede e desaparecer. Sua linguagem corporal mostrou à equipe do abrigo que ela desconfiava muito dos humanos.

Lost and Found pets in Central Alabama

Eventualmente, Rosa permitiu que apenas uma pessoa, sua treinadora, aproximasse-se dela. A partir do momento em que a mulher começou a se aproximar da cadela, não demorou muito para ela determinar a verdadeira razão por trás da ansiedade extrema do animal. Depois de sobreviver a uma fazenda de carnes, viajar por milhares de quilômetros e ser introduzida a um ambiente completamente novo e estranho, Rosa enfrentava o estresse extra de estar grávida. A Sociedade Humanitária de Tampa Bay divulgou uma nota pública dizendo,

“Sua gravidez está perto do fim, e ela pode dar à luz em breve. Acomodamos Rosa em um canil quieto e longe da azáfama, onde ela pode descansar e se sentir mais segura. Somos extremamente gratos por ela não estar mais presa em uma gaiola imunda e superlotada, onde teria dado a luz sozinha, e que seus filhotes agora terão boas expectativas de sucesso”.

- Anúncio -

Eles divulgaram que Rosa estava grávida no dia 30 de janeiro, e no dia seguinte, ela deu à luz a 6 filhotes saudáveis. Cinco machos e uma fêmea receberam as boas vindas ao mundo em que viverão livres do confinamento e abate.

Humane Society of Tampa Bay

A mãe deles, por outro lado, ainda não estava livre das lembranças de seu passado. O estresse pós-traumático de Rosa continuou depois que seus filhotes nasceram, e logo ficou óbvio que o ambiente do abrigo não estava ajudando. Um representante da Sociedade Humanitária contou ao FOX13 que:

“Uma vez que ela não deixa humanos se aproximarem, ela será adotada temporariamente por uma pessoa com experiência no tipo de reabilitação e ambiente que ela precisa”.

A nova vida parecia estar fazendo bem à Rosa, e pouco mais de dois meses depois do dia em que ela foi resgatada, a Sociedade Humanitária de Tampa Bay fez um anúncio animador, publicando o seguinte Facebook:

“TEMOS ÓTIMAS NOTÍCIAS! Pela primeira vez desde que chegou, no dia 22 de janeiro, Rosa aceitou os outros animais de estimação da voluntária Lori Smart. Diariamente, Lori senta fielmente com Rosa para ajudá-la a aprender a confiar. Está funcionando”.

- Anúncio -

Rosa está melhorando a cada dia e, aos poucos, deixando a tragédia de seu passado para trás. Ela é uma mãe amável e começou a criar laços com sua família adotiva temporária, graças aos resgatadores e voluntários da Sociedade Humanitária de Tampa Bay. Considere fazer uma doação para a causa da instituição para ajudar Rosa e outros cães como ela.

- Anúncio -
FONTEIheartdogs
COMPARTILHAR

Deixe uma resposta